Avianca Brasil descontinuará 21 rotas e fechará 3 bases

A Avianca Brasil que se encontra em recuperação judicial, comunicou o mercado que irá encerrar 21 rotas e fechará 3 bases. A decisão de encerrar se deve a devolução de algumas aeronaves aos seus lessores, e que a partir de abril a empresa irá operar com 26 aeronaves e 23 rotas.

Recentemente a Azul fez uma proposta para comprar partes da Avianca Brasil, o negócio preliminar de US$ 105 milhões incluiria o arrendamento de 30 aeronaves e direitos de pouso e decolagem da companhia em recuperação judicial.


Bases fechadas

As seguintes bases operacionais serão fechadas:

Galeão (Rio de Janeiro)

Petrolina (Pernambuco)

Belém (Pará)


Rotas descontinuadas

As seguintes rotas serão descontinuadas:

Aracaju a Salvador

Belém a Guarulhos

Fortaleza a Bogotá

Salvador a Bogotá

Brasília a Cuiabá

Brasília a Fortaleza

Brasília a Galeão

Brasília a Maceió

Brasília a Salvador

Florianópolis a Galeão

Fortaleza a Galeão

Guarulhos a Galeão

Galeão a Foz do Iguaçu

Galeão a João Pessoa

Galeão a Natal

Galeão a Porto Alegre

Galeão a Salvador

Maceió a Salvador

Petrolina a Recife

Petrolina a Salvador

Recife a Salvador


Voos Internacional

A Avianca Brasil também informou que, para adequar sua operação à atual demanda de passageiros, vai descontinuar os voos diretos que partem de Guarulhos com destino a Santiago do Chile, Miami e Nova York a partir de 1º de abril.

“Para os passageiros com bilhetes emitidos para os destinos que deixam de ser atendidos, a empresa informa que cumprirá a resolução 400 da Anac”, informou em nota.

Esperamos que todos os passageiros que já emitiram bilhetes sejam ressarcidos, ou que sejam reacomodados em outras companhias aéreas.